Air Cam

Home Historico

Empresa

Tudo começou na aviação, nos idos de 1981 - mais precisamente na única fábrica de helicópteros da América Latina, a Helibrás. Dali para o Campo de Marte, maior centro operacional de Helicópteros do Brasil, foi um pulo. Bem, como helicóptero voa e os diretores idem, vamos colocá-los a bordo e fazer grandes planos aéreos. Porém o Helicóptero além de voar vibra um pouquinho, é uma característica intrínseca do projeto. Vamos então desenvolver um equipamento que acabe com o problema: Aircam Side Mount com sistema Giroscópico de estabilização desenvolvido pela Kenyon, da nossa querida amiga Bobbie Kenyon. Ficou bom demais, o Cmte. Paulo Mazureck e o Nelson Guzzardi gostaram e foram, de início os nossos maiores apoiadores. Existia um impasse, pois quando faziam as filmagens aéreas precisavam quase que sempre comunicar-se com o solo durante as filmagens. O grande Rogério Toni, famoso Magrão, pediu e um pedido dele é uma ordem. Bem, vamos trazer os melhores Rádios para ele, afinal precisamos alugar nossos helicópteros e equipamentos, e, aproveitando o embalo, vamos trazer também uns Pontos Eletrônicos e Intercoms, mas tem de ser os melhores, pois o cara é exigente. Os grandes profissionais dos eventos, o Adilson Tokita, a Graça Borges, a Ive Angelini, entre tantas outras feras, nos descobriram aos poucos. Eles tinham, à época, um sério e insolúvel problema de radiocomunicação nas suas produções, pois não havia nenhuma empresa disposta a se dedicar a eles. Nesse quesito, seus problemas acabaram. Mas voltando às asas rotativas, os diretores voam mais que os Helicópteros e ainda não satisfeitos, pediam planos frontais e verticais. Nos levaram ao desenvolvimento do Aircam Nose Mount, que o DF Adrian Teijido estreiou e aprovou. Um belo dia, a Mirela Zunino nos ligou e disse "Helicóptero faz vento e ventilador também. Vocês dão jeito para tudo, então: preciso de vento para um JOB de C&A!" Lá fomos nós para a oficina resolver a encrenca e o resultado está aí: Tufão II, um Simulador de Vento perfeito. Um outro grande amigo, o DF Hebling Jr., veio com mais um problema de vento. Para atender à sua necessidade em um JOB de Terra precisava simular uma super ventania no rosto, como um paraquedista em queda livre, e daí nasceu a Anaconda. O amadurecimento profissional consolidou uma estrutura industrial, em knowhow, máquinas e equipe técnica, que nos permitiu dar maiores passos - e que passos. O Eng. Dall’anese topou o desafio e fomos em frente: Monster, a maior grua da América Latina, 15 m verticais no eixo da lente. O helicóptero voa e grua não, mas a Monster chega perto! Esse projeto exigia uma cabeça eletrônica remota para movimentos de câmera, então vamos ter que desenvolver uma também? Não, mas vamos trazer o que existir de melhor no mercado internacional. O Mr. Boots, da Egripment, deu uma super força e pudemos trazer a Hot Head II e a Hot Shot com o terceiro eixo RollAxis e ainda uma grua modular para caminhar nos nossos Trilhos, a TDT Egripment, que já tem a sua própria cabeça eletrônica integrada. A nossa equipe de técnicos e engenheiros queria mostrar serviço, afinal tínhamos três cabeças eletrônicas e só duas gruas; foi desenvolvido o Crane Car, que na verdade é o resultado do cruzamento de uma bela Grua com uma super Pick-up. As constantes idas e vindas à Cine Gear/LA e à NAB/LV, além do prazer da viagem, nos proprocionaram abrir caminhos e fazer grandes e novos amigos. As cabeças eletrônicas precisavam de sistemas de controle de lentes e câmera (zoom, foco, iris, disparo de câmera) e dessa necessidade nasceu a parceria com a Preston Cinema, fabricante dos melhores sistemas de comandos de lentes e câmeras do mundo. Nossos amigos, Mr. Howard, Mr. Mirko, e a queridíssima Miss Leticia não mediram esforços para nos equipar com seus excelentes sistemas e serviços. O Mr. Lez Zellan, da ZGC, nos mandou alguns sistemas da PS Technik, como o Skater Mini Dolly e seu SCU, e nossa engenharia, para não ficar de fora das novidades desenvolveu a Turn Table para o casal, com resultados práticos sensacionais. Mas os diretores dos longas e filmes publicitários, ainda não satisfeitos, queriam, ao usar o Crane Car e fazer planos aéreos, ter o movimento de Zoom com imagens estabilizadas. Sendo assim, só mesmo contando com o knowhow da Nettmann Systems. O Mr. Bob Nettmann nos mandou uma Cabeça Eletrônica Estabilizada em 5 eixos, a STAB C, que somada ao treinamento e apoio técnico do Mr. Ron Spongberg, nos permitiram atingir um sonho de muitos anos. Acabaram-se os limites para a criatividade, estamos no Olimpo. A vida continua e é muito boa, afinal trabalhamos nos divertindo, logo inventamos outra e aparecemos para contar e aumentar a história. Obrigado por ler um pouquinho de nossa história.




“Stab-C 3D”

saiba mais

> CONTATE-NOS

Faça contato com a Aircam. Conheça nossa linha de produtos e serviços.
F.(11) 2221-1925




contato